Jujuy: uma obra de arte no norte da Argentina

Jujuy

As montanhas coloridas de Jujuy

Apesar de ser um destino ainda pouco conhecido, um pedacinho diferente de tudo o que se conhece da Argentina tem chamado a aten√ß√£o de turistas de todos os lugares do mundo, por unir belezas naturais inacredit√°veis a uma riqueza cultural inquestion√°vel. Jujuy, localizada ao norte do pa√≠s ‚Äď a cerca de 1.400 quil√īmetros da capital, Buenos Aires -, √© de encher os olhos.

A regi√£o, que faz fronteira com Chile e Bol√≠via, oferece uma experi√™ncia sublime ao apresentar tradi√ß√Ķes andinas e uma cultura √ļnica em meio a cen√°rios inesquec√≠veis, compostos por montanhas multicoloridas cortadas por rios cristalinos, bem perto de um deserto de sal. √Č para este destino que a Visual Turismo oferece diferentes roteiros.

San Salvador de Jujuy √© a capital e, portanto, o centro econ√īmico e cultural da regi√£o e onde se tem os primeiros contatos com a cultura local, marcada pela influ√™ncia de diversas etnias ind√≠genas e que pode ser notada desde a m√ļsica at√© a gastronomia, que privilegia ingredientes da terra como milho, batatas e quinoa, entre outros.

Mas, saindo da capital √© que se encontram as mais belas ‚Äď e estonteantes – paisagens que a prov√≠ncia tem a oferecer. As montanhas multicoloridas come√ßam a aparecer no caminho at√© Purmamarca, povoado cercado pelo majestosa Cerro de Los Siete Colores, que, como diz o nome, em diversos pontos √© pintada por amarelo, laranja, vermelho, verde, marrom, lil√°s e violeta, o que mostra um pouco da hist√≥ria da forma√ß√£o geol√≥gica do lugar.
Leia o texto na íntegra

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário