Quando devo procurar um nefrologista?

Por APM Araraquara em 02/01/2018

Henrique Carrascossi, nefrologista (CRM: 125571)

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre quando procurar um nefrologista, que se trata de um profissional que cuida do funcionamento dos rins, da prevenção das doenças, de tratamentos de diálise, hemodiálise e transplantes, e o indicado é que pessoas com pressão alta, diabetes, mais de 65 anos ou com alguma alteração renal já encontrada busquem por este profissional a fim de ter um diagnóstico preciso e tratamento adequado.

O que é queloide?

Por APM Araraquara em 26/12/2017

Sérgio Delort, dermatologista (CRM: 58.898)

O dermatologista Sérgio Delort, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre os quelóides, que são considerados tumores, tratam se de um exagero na forma de cicatriz, por definição é uma proliferação do tecido cicatricial, além do defeito cirúrgico, então se você foi fazer um pequeno furo no lóbulo de orelha por exemplo, e neste local crescer uma massa saindo totalmente da linha de cicatriz, isso é um queloide. Qualquer um, quando submetido a qualquer procedimento traumático na pele seja um corte por acidente ou uma tatuagem está sujeito a desenvolver quelóides naquele lugar, principalmente se já houver histórico dos mesmos em outros lugares.

O paciente renal crônico tem restrição à alguma dieta alimentar?

Por APM Araraquara em 19/12/2017

Henrique Carrascossi, nefrologista (CRM: 125571)

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre restrições alimentares em pacientes renais crônicos. Podemos dividir estes pacientes entre os que fazem hemodiálise ou diálise peritonial e os que ainda não a fazem, estes últimos precisam restringir muito o sódio, a carne vermelha, frituras, gorduras e se possível também o peixe e o frango que apesar de serem menos nocivos não devem ser ingeridos em excesso. Para os pacientes que já fazem tratamento de diálise a dieta é menos restrita porém também devem evitar alimentos ricos em fósforo, sódio, proteínas, além do controle da quantidade de líquido ingerido.

 

As verrugas podem ser removidas através de medicamentos?

Por APM Araraquara em 12/12/2017

Sérgio Delort, dermatologista (CRM: 58.898)

O dermatologista Sérgio Delort, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre as verrugas, que podem sim ser removidas por medicamentos, porém é importante buscar por uma avaliação médica, não deve-se usar qualquer medicamento, como os presentes hoje no mercado, que prometem congelamento quando na verdade apenas queimam a pele. O uso inadequado de medicação pode acarretar complicações principalmente quando não se tem um diagnóstico preciso.

O transplante renal é a cura ?

Por APM Araraquara em 05/12/2017

Henrique Carrascossi, nefrologista (CRM: 125571)

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre o transplante renal, que na verdade não se trata de uma cura, e sim de um tratamento pois os pacientes terão de tomar medicações a vida toda para evitar que aquele órgão novo, no caso o rim, não seja rejeitado pelo organismo, que tende a expelir todo corpo estranho. Existem dados importantes atualmente que nos dizem que em transplantes renais quando o órgão vem de pacientes falecidos duram em média de 8 a 10 anos, e quando são doados por pessoas vivas duram de 12 a 15 anos, o que depende de vários fatores, tais como se o paciente faz uso adequado das medicações e como o organismo da pessoa reage a este novo órgão. Porém sempre é preferível que o paciente realize o transplante ao invés de ficar fazendo hemodiálises.

O que são caroços na orelha e como tratar?

Por APM Araraquara em 28/11/2017

Sérgio Delort, dermatologista (CRM: 58.898)

O dermatologista Sérgio Delort, no quadro Dicas do Doutor desta semana, comenta um pouco sobre os caroços que aparecem em nossas orelhas e diz que se trata de uma pergunta difícil de ser respondida sem saber o local em que se concentram esses caroços, se for nos lóbulos de orelha, o que é bastante frequente, são o aparecimento de cistos sebáceos que nada mais são que cistos de gordura, mais comum principalmente em pessoas que possuem uma pele mais oleosa, mas para que se de um diagnóstico preciso cabe a necessidade de apalpação, visualização e localização exata destes caroços.

A diálise deve ser feita por quanto tempo?

Por APM Araraquara em 21/11/2017

Henrique Carrascossi, nefrologista (CRM: 125571)

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre o tratamento de diálise, o qual depende de cada quadro específico, pois se o paciente já tem uma doença crônica que vem de muito tempo, com uma perda de funcionamento renal que vem progredindo lentamente, não há como estipular um tempo específico de tratamento pode ser até pela vida toda, já nos casos de pacientes com insuficiência renal aguda, em que os pacientes tinham o rim normal e desenvolveram a insuficiência renal, normalmente em dois, três meses no máximo já se reverteu o quadro, portanto o tempo de tratamento é muito relativo e específico para cada caso.

Qual o tratamento para sarna humana?

Por APM Araraquara em 14/11/2017

Sérgio Delort, dermatologista (CRM: 58.898)

O dermatologista Sérgio Delort, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre a sarna, chamada cientificamente de escabiose, uma doença predominantemente humana, ou seja a sarna animal raramente passa para o ser humano, ela é passada apenas de pessoa para pessoa. Existem vários tratamentos para a escabiose, principalmente os tópicos, algumas drogas também podem ser usadas no tratamento, porém sempre devem ser manuseadas com muito cuidado principalmente em crianças pequenas abaixo de 2 anos pelo risco de toxidade. Cada caso deve ser avaliado individualmente e seu tratamento é relativamente fácil de ser feito.

Colonoscopia em pacientes com doença renal

Por APM Araraquara em 07/11/2017

Henrique Carrascossi, nefrologista (CRM: 125571)

O nefrologista Henrique Carrascossi, no quadro Dicas do Doutor desta semana, fala sobre o exame de colonoscopia, que se trata de um exame de intestino, realizado por vídeo via anal, o problema não se concentra na realização do exame e sim no preparo que o antecede, pois para ter um exame efetivo deve-se limpar o intestino e para isso faz se uso de muitos laxantes o que gera uma desidratação e em pacientes com insuficiência renal acarretam uma piora do funcionamento do rim. Portanto todos os pacientes com problemas renais devem avisar os médicos para que esse preparo do exame seja feito de forma adequada para que não se tenha uma piora no funcionamento dos rins.

O que é otite e quais as causas?

Por APM Araraquara em 31/10/2017

Marcos Rodrigues, otorrinolaringologista (CRM: 127.438)

O otorrinolaringologista Marcos Rodrigues, no quadro Dicas do Doutor desta semana, nos conta um pouco sobre as otites, que são nada mais do que as infecções do nosso ouvido, que é conectado ao nariz e a garganta, portanto toda vez que temos uma gripe e nosso nariz fica escorrendo, os ouvidos também soltam uma secreção interna e muitas vezes este quadro pode se agravar e começar a desenvolver as otites. As pessoas portadoras de rinite alérgica, adenoide ou mesmo aquelas que quando entram no inverno começam a ficar mais doentes são as mais propensas a ter otites, seus principais sintomas são a dor de ouvido e a sensação de ouvido tampado, o importante é sempre buscar por uma avaliação médica para que se possa examinar toda a via aérea, e sempre que possível avaliar toda a situação, pois quanto mais otites se tem, maiores as chances da perda de audição.